por

Campanha da Prefeitura contra a exploração infantil no carnaval.

Baixe e compartilhe o áudio e imagens da campanha.

Nos quatro dias em que se festeja o Carnaval, situações que podem parecer inofensivas carregam, por outro lado, uma realidade bem diferente. É neste período que aumenta o número de crianças que passam o dia e a noite trabalhando na venda de bebidas, adereços e outros tipos de objetos. A maioria delas, que passa despercebida pelos olhos da população, esconde, na verdade, a marca da exploração e da violação dos direitos.

“Dinheiro em troca de favores ou sexo, trabalho remunerado com carga horária excessiva e qualquer atividade de comércio e venda que tenha em sua mão de obra o ser humano com idade abaixo dos 18 anos, longe da legislação e exposto ao risco de funções consideradas penosas e insalubres, é caracterizada como exploração”, explica a coordenadora do CREAS, Jéssica Muniz.

Campanha

Neste carnaval, Proteja nossas Crianças e Adolescentes da Exploração Sexual e diga não à  venda de álcool e outras drogas às Crianças e aos Adolescentes.

Não Desvie o Olhar! Denuncie…

Procure o Conselho tutelar, o CREAS ou Disque 100

Esta Campanha tem iniciativa do CREAS, CRAS e Secretaria de Assistência Social e Empreendedorismo, em parceria com o Conselho Tutelar e Secretárias Municipais.

Apoio: Prefeitura de Cruz

Ouça o áudio da campanha:

Baixe o áudio