por

Entrega do Prêmio Educador Sustentável

A Cerimônia foi realizada na Câmara Municipal no dia 11 de Dezembro de 2017.

A Prefeitura Municipal de Cruz por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Turismo, Indústria e Comércio realizou a solenidade de entrega do PRÊMIO EDUCADOR SUSTENTÁVEL das Escolas Públicas municipais. A Cerimônia foi realizada na Câmara Municipal no dia 11 de Dezembro (Segunda – Feira). Foram premiados os professores que apresentaram as dez melhores práticas em Educação Ambiental nas Escolas Públicas. O PRÊMIO EDUCADOR SUSTENTÁVEL em sua primeira edição de 2017 foi uma iniciativa da Coordenação do Programa de Educação Ambiental. Foram inscritos nesta primeira edição trinta professores, destes participaram da seleção dezoito por terem apresentados seus projetos no tempo estabelecido pelo regulamento. A avaliação se deu em duas etapas. Na primeira etapa foram avaliados os dezoito projetos para a seleção dos dez melhores trabalhos. Os dez projetos selecionados foram apresentados em banca avaliadora representada por técnicos da SEDUC, SEMA e CREDE 3 de Acaraú para a classificação dos três melhores trabalhos. Destes, foi selecionado a melhor prática em Educação Ambiental das Escolas Públicas de Cruz, e atestado como Educador Sustentável.

A premiação se deu da seguinte forma. O prêmio para a melhor prática foi no valor de 3.000,00 reais. Para o segundo melhor trabalho o valor de 2.000,00 reais. Para o Terceiro melhor trabalho o valor de 1.000,00 reais e para os sete finalistas o valor de 4.000,00 reais foi rateado em valores iguais para os professores, o valor de 571,00 reais.

Confira a relação dos professores premiados.

O Professor Adenor João Mendes da Escola Municipal Raimunda Elvira Brandão da localidade Lagoa Salgada com o Projeto Meio Ambiente na Transversalidade.

A professora Maria da Graças Vasconcelos Freitas da Escola Municipal João Evangelista Vasconcelos da localidade Cajueirinho I com o Projeto Gente miúda cuidando do lixo.

O professor Leonardo Silva de Lima da Escola Municipal João Evangelista da Cruz da localidade Paraguai com o Projeto Reciclando para a Vida.

A professora Chirlândia Keila Nascimento da Escola Municipal Raimundo Luís da Silveira da localidade Córrego da Poeira com o Projeto Eco do Bem: Eu e minha comunidade cultivando a Horta Escolar.

A professora Fátima Maria de Albuquerque da Escola Municipal Antônio Gregório Nascimento da localidade Belém com o Projeto O Meio Ambiente em nossas mãos.

O professor José Edilson de Freitas da Escola Municipal Joaquim José Monteiro da localidade Lagoa dos Monteiros com o Projeto Horticulture as a healthy life (A horticultura como vida saudável).

A professora Maria de Fátima Fonteles do Centro de Educação Básica Paulo Freire, bairro Aningas com o Projeto Lixão: Ver, analisar e compreender.

Confira a classificação dos três melhores trabalhos

A professora Isadora Maria Silveira Louzada da Escola Municipal Dionísia Maria da Silveira da Praia do Preá com o Projeto Mini Polícia Ambiental, recebeu o prêmio de 1.000,00 reais.

O professor Ricardo Amândio Pinto da Escola Municipal Filomeno Freitas Vasconcelos do bairro de Tucuns com o Projeto Matemática e Sustentabilidade: Apagando luzes e acendendo conhecimentos, com o prêmio no valor de 2.000,00 reais.

A professora Rita Maria Vasconcelos Louzada Albuquerque do Centro de Educação Básica Maria Pereira Brandão, bairro centro com o Projeto a Interdisciplinaridade na Revitalização da Horta Escolar que através deste projeto foi certificada com o Título EDUCADOR SUSTENTÁVEL DO ANO por apresentar a melhor prática de educação ambiental nas escolas públicas de Cruz e recebeu o valor de 3.000,00.

As três melhores práticas serão apresentadas no Jornal O POVO em Janeiro de 2018 e com a possibilidade de ser apresentada NO PROGRAMA COMO SERÁ da Rede Globo.